Série - abril 13, 2021

De todo o coração • 22 a 27 de fevereiro

PRINCÍPIO: Deus se revela àqueles que o buscam com intensidade.

VERSÍCULO-CHAVE: Jeremias 29.13

“Vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo o coração”.

QUEBRA-GELO: Já aconteceu de você perder algo realmente importante e, depois de procurar bastante por algum tempo, finalmente ter conseguido encontrar? Qual a sua atitude diante do que foi perdido? O que você teve que fazer para encontrar? Usou alguma técnica ou modo de procurar específico?

SUGESTÃO DE VÍDEO:

INTRODUÇÃO

Se perguntarmos a um cristão se ele quer mais de Deus, com certeza todos responderão que sim. Mas se perguntarmos o que eles fazem para experimentar esse mais de Deus, poucos saberão responder.

Vivemos em uma época do menor esforço, em que tudo precisa ser rápido e fácil, contudo, qualquer relacionamento requer tempo e investimento. Desenvolver uma amizade com Deus não é diferente.

Uma das pastoras da nossa igreja, depois de ler a história de Moisés, começou a orar com intensidade para que ela pudesse se relacionar com Deus da mesma maneira, face a face e como amigos. Ela insistia constantemente nessa oração, até que um dia o Senhor lhe respondeu: você quer ter o mesmo tipo de relacionamento que Moisés tinha comigo, mas não quer dar o mesmo nível de entrega e sacrifício. Deus está procurando alguém cujo coração seja totalmente dele.

Pergunta: qual seu nível de entrega no relacionamento com Deus?

 

COMO BUSCAR A DEUS DE TODO CORAÇÃO?

  1. PRIORIDADE

Busque as primeiras coisas primeiro! Prioridade significa eleger o que vem em primeiro lugar, o mais importante. Se desejamos a Deus, Ele deve ser prioridade em nossas vidas. Separar tempo de qualidade a sós com Deus no quarto secreto, o nosso devocional, é “A” prioridade.

Precisamos ir além e tornar inegociáveis outras ações que nos trarão mais de Deus, tais como: participar dos cultos e das reuniões de célula assiduamente, bem como das conferências, vigílias, orações da manhã e demais atividades da Central; cursar o CCM, ler livros, praticar jejum, etc.

PERGUNTA: Como você busca a Deus? Como você pode aumentar a sua busca de Deus? Conte para o grupo as últimas atividades da igreja de que participou.

  1. ATENÇÃO SEM DISTRAÇÕES

A concentração é fundamental para conseguirmos concluir metas e objetivos em qualquer contexto, seja para fazer dieta, praticar exercícios físicos, dedicar-se aos estudos, manter o foco no trabalho, etc.

O problema é que somos uma geração distraída, com muitas coisas que disputam nossa atenção todo o tempo. Enquanto comemos, assistimos televisão. Enquanto conversamos, conferimos o celular. Enquanto estamos na aula, jogamos.

Com Deus não tem sido diferente: mesmo quando separamos tempo para buscá-lo, nossa mente luta para permanecer focada. Só que buscar a Deus num ato religioso, mecânico, não adianta. Não basta estar de “corpo presente”, apenas cumprindo um rito, é preciso focar em sua presença.

PERGUNTA: Você prepara o ambiente para seu encontro diário com Deus? Escolhe o melhor horário, desliga o celular e coloca limites para não te chamarem quando está orando? Você bloqueia a sua agenda para garantir sua participação nos cultos, nas reuniões da célula, nas aulas do CCM e demais atividades prioritárias da igreja?

  1. MOTIVAÇÃO CORRETA

Muitas vezes nos relacionamos com Deus só para pedir coisas e gastamos todo o tempo de oração na tentativa de convencê-lo a nos ajudar. Nossas petições são importantes, pois revelam nossa dependência de Deus, mas há muito, muito mais para experimentar!

Precisamos confessar nossos pecados e clamar por seu perdão. Se amamos a sua presença, naturalmente da nossa boca fluirão louvores a Ele. Relacionarmo-nos com Jesus deve ser nosso maior anseio. A intimidade de Deus é para aquele que o buscam e o temem.

Devemos desejar a Deus mais do que desejamos as bênçãos de Deus. Deus é melhor do que suas dádivas. A intimidade de Deus é melhor do que os melhores tesouros deste mundo. Quanto mais perto de Deus andamos, mais Deus terá prazer em nós e mais nós nos deleitaremos nele.

PERGUNTA: Sinceramente, por qual razão você busca a Deus? Qual é a proporção investida nos seus pedidos em comparação com a busca por mais intimidade com Deus? Quais são os sentimentos que você experimenta no quarto secreto?

  1. DISPOSIÇÃO PARA OUVIR E OBEDECER

Sabemos que para desenvolver uma boa relação interpessoal é preciso uma boa comunicação, um bom diálogo. O mesmo acontece com Deus. Temos que buscar ouvi-lo, não somente falar.

Essa expressão “ouvir a Deus” parece estranha, já que na maioria do tempo nossa conversa mais parece um monólogo. Mas a verdade é que Deus escuta atentamente a cada oração e em seu tempo a responde.

O Espírito Santo sempre tem algo a ministrar em nossas vidas. Ele pode falar através da Bíblia, de um louvor ou de uma forte impressão em nossa mente. Se nos aquietarmos em sua presença, buscando ouvir a sua voz, ele virá e falará conosco.

Importantíssimo: quando escutamos a voz Deus, recebemos sua orientação, não podemos nos contentar em ouvir, devemos obedecer, mesmo que pareça difícil.

PERGUNTA: Você separa tempo para ouvir a Deus? Quais suas dificuldades para discernir quando é a voz de Deus? Quais as suas dificuldades para obedecer?

CONCLUSÃO

Infelizmente temos vivido um tempo de fé superficial, repleta de rituais vazios, sem paixão e sem uma experiência verdadeira com Deus. A alegada “velocidade” dos dias atuais esvaziam nosso relacionamento com o Pai.

Ainda assim, é possível uma intimidade profunda e sem limites com Deus, desde que seja uma escolha – a sua decisão! Entregue-se de forma completa e sem intermediários a um diálogo de fé, com todo o seu coração. Busque, conheça, ame a Deus com C.A.F.É. Não tem que ser necessariamente o café de beber, mas sim aquele registrado na Bíblia:

“Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu Coração, de toda a sua Alma, de todas as suas Forças e de todo o seu Entendimento”. (Lucas 10:27)

DESAFIO: Identificar 3 novos hábitos que você precisa desenvolver para buscar a Deus de todo coração e colocar em prática.