Série - junho 25, 2022

Cristo em mim • 20 a 25 de dezembro

INTRODUÇÃO

O clima é de festas e confraternização. Encontros de família, encontros do trabalho, de amigo e, é claro, da célula. Final de ano é uma época intensa e especial, uma atmosfera diferente toma conta do ambiente.

As pessoas estão mais abertas e mais sensíveis e cada cristão precisa aproveitar as oportunidades para testemunhar o que Cristo fez em sua vida e anunciar o amor de Deus pelas pessoas. Fique atento às oportunidades e seja ousado!

Lembre-se que estamos aquecendo os motores para 2022 que será o ano do Avivamento na Central. Envolva-se, busque e creia! Deus tem algo muito poderoso e especial para nós!

QUEBRA-GELO

Peça para cada presente pegar uma folha e uma caneta. Oriente-os a dobrar a folha ao meio e escrever em uma metade 2021 e na outra metade 2022. Em cada uma dessas colunas, peça para responderem às perguntas abaixo e em seguida compartilhem uns com os outros as respostas:

  • 2021: Conte um testemunho de algo que Deus fez em sua vida neste ano e conte algo importante que você aprendeu ao longo de 2021
  • 2022: Qual a mudança que você vai realizar para o próximo ano e qual o sonho que você tem para 2022?

NATAL E AVIVAMENTO

Estamos falando sobre o tema avivamento na semana do natal. Será que existe uma conexão entre estes temas? Só de olhar o significado dessas palavras, veremos que os dois temas tem tudo em comum:

  • Natal: Relativo a nascimento; natalício. Onde ocorreu o nascimento (de alguém ou de algo); natalício.
  • Avivamento: Dar vivacidade a. Tornar mais vivo. Fazer reviver, renovar. Avivamento é o ato de se avivar, ou seja, de se tornar mais vivo, mais ativo, mais intenso, despertado e nítido.

As duas palavras falam sobre vida. A primeira sobre o início da vida, a segunda sobre o renovo da vida. Ora, é necessário antes nascer para depois reviver. E de fato, sem natal não há avivamento, pois sem o nascimento de Cristo, não há vida e não há avivamento. Diante disso, chegamos a uma pergunta crucial:

Pergunta: Porque Cristo precisou nascer neste mundo?

Peça aos presentes para lerem os textos abaixo, a fim de responderem à pergunta:

“Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Pois Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para condenar o mundo, mas para que este fosse salvo por meio dele. Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, por não crer no nome do Filho Unigênito de Deus. João 3:16-18

Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores. Como agora fomos justificados por seu sangue, muito mais ainda seremos salvos da ira de Deus por meio dele! Se quando éramos inimigos de Deus fomos reconciliados com ele mediante a morte de seu Filho, quanto mais agora, tendo sido reconciliados, seremos salvos por sua vida! Romanos 5:8-10

Nessa época do ano temos o hábito de trocar presentes. Antes de fazermos algo meramente comercial, precisamos parar para pensar no nascimento de Jesus, que foi o maior presente dado na história. Nunca se viu e nunca se verá um presente tão precioso, tão ousado e de um amor tão radical. A maior prova de amor e o maior presente da história!

A bíblia diz que o nascimento de Jesus, bem como sua morte e ressurreição, foram uma prova de amor do Pai. Ele viu nossa condição de morte espiritual, viu nossa condenação eterna, viu que a gente não podia fazer nada para retribuir. Movido por amor, Deus nos deu o que ele tinha de melhor: seu único filho!

Jesus veio para nos dar vida! Natal é nascimento! Cristo nascendo em você é condição de avivamento! Agora chegamos à segunda pergunta fundamental, sem isso não há avivamento.

Pergunta: Cristo já nasceu em você? Ele é o Senhor do seu coração?

RELIGIÃO X VIDA

Atenção líder: Para ilustrar claramente a diferença entre religião e vida, passe o vídeo abaixo na reunião da sua célula. Transmita o vídeo online ou prepare uma TV, ou computador para que todos os presentes possam assistir ao vídeo com você. Antes de passar o vídeo, peça para todos os presentes abrirem suas bíblias em Romanos 7 e Romanos 8, para acompanharem a leitura dos textos.

Acesse o vídeo “Cristo em mim”, no link: https://youtu.be/1GTP_w3nduc

Muitas pessoas acham que ser cristão é participar de uma religião. Querendo agradar a Deus se esforçam de todas as formas para serem corretos, para mudar e para obedecer. Passam a caminhar debaixo de um tanto de regras e cobranças, mas acabam não experimentando a vida de Cristo. Muitos tem vivido debaixo da lei do pecado e da morte:

Sei que nada de bom habita em mim, isto é, em minha carne. Porque tenho o desejo de fazer o que é bom, mas não consigo realizá-lo. Pois o que faço não é o bem que desejo, mas o mal que não quero fazer, esse eu continuo fazendo. Ora, se faço o que não quero, já não sou eu quem o faz, mas o pecado que habita em mim. Assim, encontro esta lei que atua em mim: Quando quero fazer o bem, o mal está junto a mim. Pois, no íntimo do meu ser tenho prazer na lei de Deus; mas vejo outra lei atuando nos membros do meu corpo, guerreando contra a lei da minha mente, tornando-me prisioneiro da lei do pecado que atua em meus membros. Miserável homem eu que sou! Quem me libertará do corpo sujeito a esta morte? Romanos 7:18-24

A lei do pecado e da morte é como a lei da gravidade: atua constante e implacavelmente, tentando nos levar a pecar. Ninguém consegue vencer essa lei espiritual sozinho, em sua própria força e capacidade. O único jeito de vencer essa lei espiritual é com uma outra lei espiritual, que opera uma nova condição interior.

Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus, porque por meio de Cristo Jesus a lei do Espírito de vida me libertou da lei do pecado e da morte. Porque, aquilo que a lei fora incapaz de fazer por estar enfraquecida pela carne, Deus o fez, enviando seu próprio Filho, à semelhança do homem pecador, como oferta pelo pecado. E assim condenou o pecado na carne, a fim de que as justas exigências da lei fossem plenamente satisfeitas em nós, que não vivemos segundo a carne, mas segundo o Espírito. Quem vive segundo a carne tem a mente voltada para o que a carne deseja; mas quem, de acordo com o Espírito, tem a mente voltada para o que o Espírito deseja. A mentalidade da carne é morte, mas a mentalidade do Espírito é vida e paz; a mentalidade da carne é inimiga de Deus porque não se submete à lei de Deus, nem pode fazê-lo. Quem é dominado pela carne não pode agradar a Deus. Entretanto, vocês não estão sob o domínio da carne, mas do Espírito, se de fato o Espírito de Deus habita em vocês. E, se alguém não tem o Espírito de Cristo, não pertence a Cristo. Romanos 8:1-9

Somente quando Cristo vem habitar dentro de uma pessoa, por meio do Espírito Santo, essa pessoa se torna capaz de agradar a Deus, de andar em santidade e de viver uma nova vida. A mesma pessoa de sempre, com a vida de Cristo dentro dela, passa a ter uma nova natureza e uma nova lei. Agora sim em condições de desfrutar da vida e da vitória contra o pecado.

Pergunta: Cristo habita em você? Você já foi cheio do Espírito Santo?

CONCLUSÃO E DESAFIO

Ser cheio do Espírito Santo é o diferencial entre um cristão avivado e um cristão morno ou religioso. O Espírito Santo só pôde ser enviado porque Jesus perdoou nossos pecados na cruz, santificando aqueles que creem em seu sacrifício e operando o milagre do novo nascimento.

Em resposta, Jesus declarou: “Digo-lhe a verdade: Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo”. Perguntou Nicodemos: “Como alguém pode nascer, sendo velho? É claro que não pode entrar pela segunda vez no ventre de sua mãe e renascer!” Respondeu Jesus: “Digo-lhe a verdade: Ninguém pode entrar no Reino de Deus, se não nascer da água e do Espírito.” João 3:3-5

Àqueles que creem em Cristo, a bíblia orienta a buscarem o enchimento do Espírito Santo:

“Se vocês, apesar de serem maus, sabem dar boas coisas aos seus filhos, quanto mais o Pai que está no céu dará o Espírito Santo a quem o pedir! ” Lucas 11:13

Não se embriaguem com vinho, que leva à libertinagem, mas deixem-se encher pelo Espírito, falando entre si com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando e louvando de coração ao Senhor, dando graças constantemente a Deus Pai por todas as coisas, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo. Efésios 5:18-20

Este é o nosso desafio para o próximo ano: buscar o enchimento do Espírito Santo! Toda a Central está unida neste propósito. Vamos buscar a Deus conosco! Vamos clamar por um tempo de avivamento!

NOVIDADES PARA 2022

O próximo ano praticamente já chegou e com ele muitas novidades especiais a Central preparou para você:

  • Culto da Virada

No dia 31/12 às 22h em várias unidades da Central, estamos preparando cultos especiais e cheios da presença de Deus, para já entrarmos no ano novo juntos e sendo cheios do Espírito Santo. Venha participar com a gente!

  • Série sobre Avivamento

Como falamos aqui na célula nas últimas semanas, 2022 será o ano do avivamento. E no mês de janeiro em todos os domingos, em todas as unidades da Central, teremos uma série de pregações poderosas sobre AVIVAMENTO! Mergulhe neste mover de Deus e revolucione sua vida!

  • Imersão Com Deus

Imagino que você tenha sido despertado para buscar mais a presença de Deus. Está chegando uma oportunidade imperdível! Em janeiro e fevereiro teremos quatro edições de um retiro onde você viverá uma verdadeira IMERSÃO COM DEUS! Será um final de semana para mudar a história de todos aqueles que nunca tiveram uma experiência marcante com o Espírito Santo. Converse com a sua célula e trabalhe para inscrever todos que precisam de um passo definitivo em sua caminhada cristã.

Público-alvo: novos convertidos e pessoas em processo de conversão que precisam de um Encontro com Deus

Datas: 22 e 23/01, 29 e 30/01, 12 e 13/02, 19 e 20/02, na Sede Campestre da Central