Série - outubro 22, 2021

Consagração: Rompendo os limites para com Deus • 18 a 23 de Janeiro

Introdução

Estamos na série Ativação e no último domingo fomos ministrados sobre consagração. Você teve acesso a essa mensagem (presencial ou online)? Para você ficou claro o conceito de consagração? Deixe que os participantes digam o que eles entendem por consagração.

Quebra-gelo: Porque é tão difícil a nossa consagração?

Peça para cada presente separar papel e caneta, ou então abrir o bloco de notas. Peça para cada um anotar (escrever com letra grande) algo que tenha muito apreço, algo que seja realmente importante para essa pessoa.

Faça uma contagem regressiva e peça para todos mostrarem simultaneamente o que escreveram para que todos possam ver.

Agora que todos compartilharam, diga que chegou a hora de mostrar o quanto somos unidos e nos importamos uns com os outros. Explique que será feito um sorteio e uma pessoa dará à outra este item extremamente precioso que está registrado em sua anotação.

Insista na importância de todos levarem a sério o desafio e deixe, por alguns instantes, todos acreditarem que será necessário entregar, o que quer que esteja escrito nas anotações. Depois de um tempo, conte que era apenas uma brincadeira e desafie cada um a compartilhar seus sentimentos.

Você conseguiria entregar este item precioso? E se fosse realmente necessário entregar? E se Deus te pedisse para entregar para Ele?

  1. O que é consagração?

O termo que talvez mais se ajuste ao conceito da consagração na bíblia, considerando todos os seus aspectos e desdobramentos, é DEDICAÇÃO. O significado de dedicar é (a) Consagrar ao culto e devoção de; devotar, tributar; (b) oferecer com dedicação e afeto; ofertar; (c) oferecer-se ao serviço de; dar-se, sacrificar-se por; (d) fazer grande empenho por; empenhar-se, entregar-se.

Na nossa relação com Deus, a consagração não tem a ver com cumprimento de obrigações (obediência) e sim com a decisão de fazer mais do que foi pedido ou mandado. É quando fazemos alguma coisa de forma espontânea, simplesmente porque queremos agradar a Deus. Isso era muito comum na vida dos homens de Deus. Jesus mesmo nos deu o exemplo.

Aquele que me enviou está comigo; ele não me deixou sozinho, pois sempre faço o que lhe agrada. (João 8:29)

A consagração nos leva além da obrigação; nos move do limite da obrigação para a espontaneidade; nos tira do lugar da obediência para um lugar de sacrifício, oferecendo a Deus algo que nos custa. Saímos do conforto, do mediano, do comum para uma “anormalidade” espiritual. VAMOS ALÉM. Agradar o coração de Deus exige de nossa parte DEDICAÇÃO. Deus espera que a gente dê a ele o melhor!

Basicamente, encontramos na bíblia 3 elementos ligados à consagração, ou a nossa dedicação a Deus:

  1. Separação: está ligada à santificação. Os utensílios do Templo bem como os sacerdotes eram ungidos e consagrados a Deus e declarados santos (Êx 30:29-30).
  2. Devoção: Está ligada à paixão. Ana, viúva de 84 anos, consagrou muitos anos de sua vida em dedicação a Deus com jejuns e orações (Lc 2:37).
  3. Oferta – está ligada a adoração. Davi juntamente com o povo deram voluntariamente ofertas para a construção do Templo em meio a alegria e cânticos de louvor a Deus. (1 Cr 29: 9-10)

TODOS ESSES ELEMENTOS CARREGAM A IDEIA DE IRMOS ALÉM.

 

A consagração pode envolver:

  1. Pessoas: Ana entregou Samuel fazendo um voto. Entregou o que ela não tinha. Depois teve vários filhos. (1 Sm 1:11).
  2. Coisas materiais: As pessoas davam a Deus algo material, como uma consagração, além daquilo que era requerido.
  3. Tempo: Neemias e Esdras consagraram um dia ao Senhor. Deram prioridade a Deus. (Ne 8:9-10)

 

  1. A consagração de Sansão

Havia antigamente em Isarel um voto especial de consagração a Deus, em que ele se tornava um Nazireu. Esse voto trazia uma série de implicações para a vida da pessoa. Uma delas é que ele não poderia cortar seus cabelos. Essa era a identificação de um Nazireu. Sansão foi um Nazireu desde o ventre materno. Havia uma palavra de Deus sobre a vida de Sansão, de que ele iniciaria a libertação de Israel das mãos dos filisteus.

Aspectos da vida de Sansão:

  • Ele era extremamente forte

Por causa de sua força, Sansão obteve vitória em diversas circunstâncias. Quando o Espírito de Deus se apoderou de Sansão, ele: (a) rasgou um leão ao meio – Jz 14:6; (b) matou 30 ascalonitas – Jz 14:19; (c) feriu mil filisteus com uma queixada de jumento – Jz 15:14.

  • Qual era o segredo se sua força?

Por isso ele lhe contou o segredo: “Jamais se passou navalha em minha cabeça”, disse ele, “pois sou nazireu, desde o ventre materno. Se fosse rapado o cabelo da minha cabeça, a minha força se afastaria de mim, e eu ficaria tão fraco quanto qualquer outro homem”. (Jz 16:17

Sansão se afeiçoou a uma mulher chamada Dalila. Esta foi convencida pelos filisteus a descobrir o segredo da força de Sansão, em troca de muito dinheiro. Depois de insistir com Sansão por várias vezes, qual era o segredo de sua força, Sansão acabou respondendo: sou Nazireu, consagrado desde o ventre materno. Se o meu cabelo for cortado me tornaria tão fraco quanto qualquer homem. Toda a sua força residia no fato de ele ser Nazireu, ou seja uma pessoa consagrada a Deus.

  • Como Sansão caiu?

Sansão estava muito angustiado. Entregou o seu segredo à Dalila, ajoelhado ao seu colo. Quando dormiu, Dalila chamou os filisteus que cortaram o seu cabelo (símbolo do voto de Nazireu). Sansão perdeu sua força e sua unção.

Fazendo-o dormir no seu colo, ela chamou um homem para cortar as sete tranças do cabelo dele, e assim começou a subjugá-lo. E a sua força o deixou. (Jz 16:19)

  • Qual foi o resultado de sua queda?

 

Sansão foi aprisionado e teve os olhos vazados e tornou-se cego. Os filisteus colocaram-no para rodar um moinho, andando em círculos. Perdeu seu poder para resistir ao pecado e as obras do mal. Perdeu sua liberdade em Deus, perdeu a direção. Tornou-se motivo de gozação. Por que tudo isso aconteceu? Porque perdeu sua consagração.

  • Qual foi o fim da história?

Deus sempre usa de misericórdia. Ele sempre dá uma segunda chance. O cabelo de Sansão voltou a crescer. Quando estava sendo humilhado pelos filisteus, em uma festa, com a presença de todos os seus líderes, Sansão orou a Deus e pediu forças novamente.

Sansão se tornou forte novamente e apoiando-se em duas colunas que sustentavam o templo do deus Dagon, empurrou-as e derrubou o templo, matando todos os líderes e o povo que ali se encontrava. Assim Sansão cumpriu o propósito de Deus em sua vida.

Conclusão

Você quer ativar a sua vida espiritual? Uma das maneiras de fazê-lo, como você aprendeu hoje é através da consagração. O segredo da vitória de Sansão foi a sua consagração! O mesmo pode acontecer conosco. Quer experimentar o poder de Deus e viver o sobrenatural? Consagre-se a ele.

Oração e ministração final

Convide os participantes para ir além! A ser consagrar a Deus. A ROMPER OS LIMITES. Geralmente, o que se observa, é que Deus já tem falado às pessoas, mostrando que área ela deveria se consagrar.

Chame as pessoas a entrar em outro nível de dedicação. Chame-as para consagrar tempo, bens; oferecer jejuns, tempo a sós, adoração, etc.

Antes de orar, peça a todos que peguem um papel e, se eles desejarem, escrevam aquilo que eles gostariam de consagrar a Deus.