Série - agosto 11, 2022

Célula! Lugar de… Discipulado

INTRODUÇÃO

Tem sido muito especial ao longo das últimas semanas perceber como estar inserido em uma célula é relevante e vital para nossa caminhada cristã. Biblicamente, aprendemos que a Igreja do Novo Testamento estava baseada em pequenos grupos nas casas e nestes ambientes as pessoas desenvolviam: comunidade, relacionamentos e edificação.

Hoje vamos relembrar a ordem dada por Jesus aos seus discípulos de fazerem discípulos e como essas etapas devem ser vivenciadas no dia a dia de uma célula. Prepare- se para um encontro muito rico, cheio da presença de Deus e repleto de desafios práticos.

Antes de seguir em frente, uma pergunta: Você viu uma postagem que o nosso querido pastor Paulo fez em sua conta do Instagram na semana passada? Foi uma postagem super legal, dentro do tema da nossa série. Lá o Pr. Paulo listou 5 razões para você participar de uma célula. Além dessas cinco razões listadas na postagem, discutam em seu grupo e listem mais alguns motivos porque é tão importante viver célula.

QUEBRA-GELO

Vamos chamar a dinâmica dessa semana de: “O Próximo Passo”. Peça para cada presente responder às questões abaixo:

• Invente um nome engraçado para a fase onde você se encontra na caminhada cristã.

• Explique porque você pensou este nome.

• Comente há quanto tempo você se encontra nessa fase e se considera que sua caminhada cristã tem sido dinâmica ou estagnada.

• Conclua esclarecendo qual o próximo passo que você precisa dar diante de Deus para ir para a fase seguinte.

ORDEM OU SUGESTÃO?

A última conversa que Jesus teve com seus discípulos foi muito marcante, tanto que os autores dos quatro evangelhos, cada um à sua maneira, captou, registrou e viveu de acordo com essas palavras de Jesus.

Imagine que você está assistindo um filme super top e que, em uma cena dramática, o personagem principal se despede das pessoas que ele mais ama. O que ele diria às pessoas? Será que ele diria futilidades? Ou escolheria dizer o mais importante, o mais relevante?

Dica: Introduza a palavra de hoje promovendo a participação das pessoas. Desafie os presentes a comentarem que tipo de conteúdo seria dito em um momento crucial de despedida. Em seguida, peça para os presentes ajudarem na leitura de um dos trechos abaixo, escritos por Mateus, Marcos, Lucas e João.

“Então, Jesus aproximou-se deles e disse: “Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra. Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos.” Mateus 28:18-20

“E disse-lhes: “Vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas. Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado.” Marcos 16:15,16

“E lhes disse: “Está escrito que o Cristo haveria de sofrer e ressuscitar dos mortos no terceiro dia, e que em seu nome seria pregado o arrependimento para perdão de pecados a todas as nações, começando por Jerusalém. Vocês são testemunhas destas coisas. Eu lhes envio a promessa de meu Pai; mas fiquem na cidade até serem revestidos do poder do alto”. Lucas 24:46-49

“Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra”. Atos 1:8

“Novamente Jesus disse: “Simão, filho de João, você realmente me ama? “ Ele respondeu: “Sim, Senhor, tu sabes que te amo”. Disse Jesus: “Pastoreie as minhas ovelhas”. João 21:16

Perceba como os quatro autores dos evangelhos finalizam suas epístolas trazendo a direção que Jesus deu aos seus seguidores. Ao longo de três anos, Jesus andou com eles e os preparou para uma missão. Agora seu mestre estava passando o bastão e seria a vez deles de darem continuidade à mais importante obra da eternidade. Jesus fez discípulos e ordenou que seus discípulos fizessem discípulos.

Os teólogos chamam, sobretudo as passagens citadas por Mateus e Marcos, de: “A Grande Comissão”. Não é uma comissão qualquer, mas “A grande comissão”. Segundo o dicionário, comissão é o ato ou efeito de cometer, de encarregar, de incumbir; aquilo de que alguém foi encarregado; encargo, incumbência.

Repare que Jesus, antes de dar a missão, frisou: “Foi- me dada toda a autoridade no céu e na terra”. Diante dessa autoridade, vem a ordem; a missão. Portanto, está muito claro que, se você é um discípulo de Jesus, você foi

Todos os direitos reservados à Igreja Batista Central de Belo Horizonte

1

comissionado a fazer discípulos. Se você não é discípulo de Jesus, você está liberado dessa ordem.

Pergunta: Você é discípulo de Jesus? Se sim, você tem obedecido a ordem do seu Senhor?

COMO FAZER DISCÍPULOS?

Agora que já entendemos claramente a ordem de Jesus aos seus discípulos, vamos entender como podemos colocar isso em prática no nosso dia a dia. Certo é que toda uma geração que conviveu com Jesus deu continuidade à missão.

Pessoas comuns vivendo seu cotidiano de trabalho, família e afazeres. Pessoas que tinham uma casa para cuidar, uma profissão para exercer, sustento para buscar e filhos para criar. Pessoas que entenderam que fazer discípulos era sua prioridade e fizeram isso de maneira tão excelente que impactaram o mundo, gerando milhões de cristãos no primeiro século.

Foi uma obra revolucionária feita por cristãos comuns. De um pequeno grupo de 120 pessoas batizadas pelo Espírito Santo em Pentecostes, para milhões de cristãos em poucas décadas. Como isso foi possível? Por causa do poder de Deus agindo na vida das pessoas, invadindo suas casas e transformando suas famílias.

O cristianismo original sempre transformou o dia a dia das pessoas. O cristianismo do primeiro século tinha como base os lares, em pequenos grupos que se reuniam. Podemos dizer que as casas eram como oficinas onde eram “feitos” discípulos de Jesus. E nossas células devem também ser essas “oficinas de discípulos”.

Para que nossa célula seja bem-sucedida em sua missão de fazer discípulos devemos seguir os passos que o próprio Jesus ordenou que seguíssemos, são eles:

1. Indo

Jesus ordenou que fôssemos por todo o mundo. A palavra usada no original seria corretamente traduzida no gerúndio, como: INDO. Ou seja, enquanto vocês cristãos se espalham por todos os lugares, enquanto vivem suas vidas, enquanto convivem com as pessoas: façam discípulos!

Basicamente o que Jesus está dizendo é que devemos ser intencionais em tocar, amar e servir as pessoas enquanto vivemos nossas vidas e enquanto o cristianismo se espalha pelo mundo.

Assim, o primeiro passo do se fazer discípulos é apresentar Jesus às pessoas. Tudo começa quando alguém vê Jesus na vida de um cristão e toma uma decisão de render seu coração a Cristo, por causa do testemunho dessa pessoa. Um cristão testemunha o que Deus tem feito em sua vida e um amigo ou parente toma uma decisão de também andar com Cristo.

Aplicação na vida da célula: Você já tomou uma decisão de andar com Cristo? Se não, você gostaria de orar agora mesmo entregando seu coração a Cristo? Se sim, enquanto vive sua vida, você tem sido uma testemunha de Cristo para as pessoas à sua volta?

2. Batizando

Depois que uma pessoa decide andar com Jesus, os cristãos maduros que caminham perto dela vão ensinar um pouco mais sobre Jesus e sobre os próximos passos dessa caminhada. Em nossa célula, que é uma oficina de discípulos, ajudamos uns aos outros e ensinamos uns aos outros a orar, a desenvolver relacionamento com Deus, a obedecer aos mandamentos, etc.

Uma pessoa que decidiu andar com Jesus vai sendo ajudada, dentro do seu pequeno grupo que se reúne nos lares, a tomar decisões que alinhem sua vida à palavra de Deus e vai experimentando a transformação na sua família, trabalho, relacionamentos, etc.

Conhecendo Jesus essa pessoa entende claramente que seu Senhor morreu na cruz para perdoar seus pecados e para mudar sua vida e sua eternidade. Já não é possível mais viver do mesmo jeito e esse discípulo, ainda dando os primeiros passos, tem convicção de que quer andar com Jesus para sempre. Para celebrar publicamente sua decisão, essa pessoa deve seguir a ordem de Jesus e se batizar, firmando agora uma aliança com Cristo e com sua Igreja.

Aplicação na vida da célula: Você já fez uma aliança pública com Jesus por meio do batismo? Pergunte claramente quem da sua célula já se batizou e quem ainda não se batizou. Desafie todos os presentes a darem este passo de fé e obediência.

3. Ensinando a obedecer

Perceba que o batismo vem antes de aprender a obedecer a todos os mandamentos. O batismo não é um passo dado no final da caminhada cristã e sim no início. Para se batizar é necessário ter a convicção de que Cristo é o Senhor da sua vida e demonstrar frutos de arrependimento que comprovem que sua vida foi transformada por Jesus. Para se batizar uma pessoa não precisa ser madura na fé, pois aprender a obedecer a Deus será uma caminhada contínua, até o final da vida.

Após se batizar, vamos crescendo em obediência, compromisso e serviço. Cada vez amadurecendo mais na caminhada. Um cristão que já atingiu a maturidade, além de obedecer continuamente os mandamentos, está comprometido em ajudar outras pessoas a se tornarem discípulos de Jesus. Um cristão maduro que faz discípulos experimenta o renovo da sua fé, descobre novos dons, têm experiências frescas com Deus continuamente e regozija- se por ser usado na vida de outras pessoas.

Todos os direitos reservados à Igreja Batista Central de Belo Horizonte

2

Nossa célula é este lugar em que novas pessoas podem conhecer Jesus. Ao chegarem experimentarão transformação e farão sua aliança com Jesus por meio do batismo. Aqui os cristãos maduros ajudam os novos a crescerem com Deus e são renovados enquanto servem os outros. Aqui em nossa célula vivemos este ciclo virtuoso, ordenado por Jesus, de discípulos que fazem discípulos.

Aplicação na vida da célula: Você é um discípulo maduro de Jesus? Se não, há na sua célula um discípulo maduro que tem te ajudado a dar os próximos passos? Se sim, você tem ajudado outras pessoas a conhecerem a Cristo, conduzindo-as à maturidade?

CHEGOU A HORA DE SE POSICIONAR

No quebra-gelo de hoje, cada um de nós classificou em que fase estamos em nossa caminhada cristã e todos apontaram qual seria o próximo passo dessa caminhada. Chega de deixar pra depois! Chega de viver um cristianismo teórico! Vamos obedecer nosso Senhor, cada um na fase em que nos encontramos!

Nos versos de Mateus, Jesus deixa muito claro os passos de se fazer um discípulo: INDO + BATIZANDO + ENSINANDO A OBEDECER. Cada pessoa da nossa célula deve reconhecer claramente em qual destes passos se encontra e qual deve ser o próximo passo da sua caminhada cristã.

Pergunta: Em qual destas fases você está? Indo, batizando ou aprendendo a obedecer?

Na Central, temos um trilho para ajudar você a dar os passos necessários rumo à sua maturidade. Decida hoje mesmo dar o próximo passo. Ajude todos os presentes a se situarem no quadro abaixo. Faça isso com o site do CCM aberto: https://central.online/ccm/

Minha Fase Próximo Passo Ação Prática
Ainda não dei minha vida a Cristo Render meu coração e reconhecer Cristo como meu Senhor Fazer uma oração agora mesmo entregando minha vida a Cristo
Tenho conhecido a Cristo, mas ainda não fiz uma aliança com ele Descer às águas do batismo Fazer sua inscrição no próximo Retiro do Imersão Com Deus e no próximo Batismo
Acabei de me batizar e quero crescer em maturidade Estudar a bíblia e conhecer mais a palavra de Deus Fazer sua inscrição no Cresça
Sou um discípulo maduro, mas tenho sido passivo à ordem de Jesus de fazer discípulos Me envolver mais na célula, ajudando meu líder a discipular as pessoas Fazer inscrição no Lidere
Sou discípulo maduro e quero continuar crescendo e servindo cada vez mais e melhor Continuar obedecendo e servindo a Deus, cada vez com mais excelência Fazer inscrição no Avance